• Forza

Registro de Marca: custo ou investimento?


Uma das dúvidas dos donos de negócios atualmente referente ao registro é: “registrar minha marca é um custo a mais ou um investimento?”. Poderíamos enumerar diversas perguntas sobre o registro de marcas, mas neste artigo responderemos essa pergunta em específico. Se você tem essa dúvida, continue lendo.

O que representa uma marca?


Para que esta pergunta seja respondida devemos responder para que serve e o quê representa uma marca. A ideia de ter uma marca significa, de maneira geral, ter uma forma de identificar serviços e produtos que uma empresa fornece ao mercado. A marca é, resumidamente, um elo que une os consumidores e uma empresa. Isso acontece porque o cliente identifica o produto de um negócio por meio da identidade visual (uma parte que constitui a marca da empresa).


Investimento ou custo?


Veja que se a marca cria elo com os consumidores, por que ela seria um gasto? Note que o investimento e dedicação para que uma marca seja registrada e fique bem vista pelos potenciais clientes cria valor para a empresa. O valor é intangível, mas não deixa de ser um valor para sua empresa. Então a resposta é que gastar recursos em uma marca não é gasto, mas investimento.


Quando uma empresa cria uma marca, ela cria um novo bem intangível. Aos poucos, essa marca é notada pelos consumidores. Chega a um momento em que esse bem intangível deve ser registrado e elevado ao status jurídico.


Afinal, se uma outra empresa tentar usar uma marca semelhante, caso não haja registro legal da marca pela Lei da Propriedade Industrial, a empresa não consegue titularidade da marca. A partir do registro legal da marca, uma empresa consegue se proteger legalmente de usos indevidos de sua marca.


Com a precificação de sua(s) marca(s) o empresário passa a aumentar seus ativos (intelectual) e, com isso, agrega valor a sua empresa ao ponto de que em alguns modelos de negócios a marca passa a valer mais que os ativos fixos que a empresa possua.


Então retomando a pergunta: registrar a marca é custo ou investimento? Pense, agora, nas consequências caso sua empresa/negócio perca a marca que construiu ao longo do tempo. Isso traria prejuízos consideráveis, especialmente se outra empresa tomou a marca e registrou para si. Sua empresa ficaria impedida de usar a própria marca por meios legais, e você precisaria trocar sua marca por completo (nome, logo, e toda a identidade visual).


Os clientes confiariam e continuariam consumindo da sua empresa? Eles associariam sua antiga marca à nova ou ficariam confusos?

Se você vê pontos negativos em todas essas consequências, isso mostra que a marca é um importante investimento e não um custo à empresa.


Considerações finais


Em resumo, registrar a marca traz duas principais grandes vantagens: proteção legal de marca, e credibilidade que é convertida em recursos financeiros. Além disso, o registro da marca também garante que a identidade visual da empresa não mude, fazendo com que seja facilmente lembrada pelo seu público. A marca também gera valor e é um bem intangível da empresa. Ela deve ser protegida e o registro dela garante isso de forma legal. Então fique ligado(a), pois o registro de marcas deve ser feito o quanto antes!


Tem alguma dúvida sobre o registro ou quer registrar sua marca? Manda para nós!



24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo